top of page

Auxiliar de manutenção mulher cuida de 600 equipamentos em empresa do grupo Equinox Gold


Professora de Geografia até 2015 no município de Riacho dos Machados, no Norte de Minas Gerais, Juliana Aparecida Martins de Souza, hoje Técnica de Planejamento, da Mineradora Riacho dos Machados (MRDM), uma das quatro unidades que a Equinox Gold opera no Brasil, é uma funcionária que rompe paradigmas na indústria da mineração.

A mineira que mudou de profissão, porque sonhava com um trabalho mais bem remunerado e com uma carreira que pudesse melhorar seu padrão de vida e o do seu filho, hoje com 14 anos, começou na MRDM em um cargo de auxiliar de manutenção em 2015, trabalho, que geralmente é exercido por homens, e para o qual não tinha nenhuma experiência.

“Era a única mulher da área, fui alocada no setor de documentação e rapidamente já fazia toda a parte burocrática da manutenção, que inclui grandes equipamentos como caminhões fora de estrada, perfuratrizes e escavadeiras”, relata.

Ficou cinco anos no setor até ser promovida para Técnica de Planejamento e atualmente é responsável pelas grandes paradas e o cronograma de aproximadamente 600 equipamentos, que inclui moinho, correias transportadoras, subestações elétricas, britadores e peneiras. “É um trabalho de muita responsabilidade, pois implica em controlar um serviço essencial da manutenção, mas eu amo o que faço”, afirma.

A garra e a dedicação de Juliana não passaram despercebidas pela Equinox Gold que, no início do ano, durante a celebração do Dia Internacional das Mulheres, ganhou o concurso interno “Mulheres Inspiradoras”, promovido pela empresa em todas as suas unidades com o objetivo de reconhecer e valorizar a atuação delas no trabalho.



Fonte: Revista Minérios & Minerales

0 comentário

Comments


bottom of page