Até quando a Fbdm vai continuar com esse modelo de administração?



Esse novo modelo de “administração” da FBDM é altamente desmotivador e se a Equinox não acordar pode ser muito tarde. Pressões, ameaças, perseguições não geram equipes

comprometidas, nem tem como dá certo, já que o tempo da escravidão foi ultrapassado e

determinadas práticas não são aceitas pela sociedade.

Em um mundo onde muitas empresas investem em solidariedade e na melhoria do clima organizacional, aqui na FBDM estão trabalhando na contramão da realidade.

O que vemos são gestores despreparados.

A título de exemplo, um determinado chefe chegou ao extremo de se utilizar do rádio de comunicação para chamar um trabalhador de preguiçoso , constrangendo este funcionário perante os seus colegas. Uma era de total retrocesso e desrespeito aos trabalhadores.





É muito triste e lamentável tudo que está acontecendo na área da FBDM. Fazer apenas cursos de relações interpessoais não é suficiente. É necessário compreender que estão lidando com pessoas e nessa relação deve sobrar humanidade, respeito, valorização, comprometimento e não hipocrisia.

Como já é de conhecimento de todos, a empresa Comercial Diesel, com a permissão da

empresa FBDM, está trabalhando em Turnos Ininterrupto de Revezamento com 12 HORAS em Mineração à Céu Aberto, como informado e documentado anteriormente no Boletim Informativo que, essa jornada de trabalho é terrível, desumana, desgastante, prejudicial à saúde e a integridade física e mental dos Trabalhadores e, mesmo assim, as empresas continuam nessa jornada para priorizar a produção, o lucro... esquecendo assim, o mais importante que são a saúde e a vida dos Trabalhadores e Trabalhadoras, inclusive já tomamos conhecimento dos incidentes causados por essa terrível jornada de trabalho que, poderia ter acontecido acidentes gravíssimo, devido as desgastes físicos e mental dos Trabalhadores.

O fato é que desde que a empresa Equinox assumiu as Minerações nas cidades de Santaluz – BA e Barrocas– BA ela vem adotando uma postura totalmente diferente das empresas anteriores, promovendo uma perseguição constante contra o Sindimina e

trabalhadores(as). Infelizmente, os trabalhadores hoje estão submetidos pressões psicológicas, ameaças constantes e demissões, supressão de direitos, dentre eles, o adicional de insalubridades daqueles que trabalham no interior da mina

subterrânea e também na superfície.

Fica óbvio que não se trata de coincidência. Sabemos que esta é mais uma estratégia

perpetrada pela Equinox, com o objetivo claro de prejudicar os Trabalhadores das empresas terceirizadas. Ficou muito claro que esses “novos contratos” dessas empresas terceirizadas foram apenas para retirar os pouquíssimos benefícios que estes trabalhadores possuíam.

Entretanto, seguimos firmes e esclarecemos que o nosso trabalho e missão será sempre a

garantia dos direitos dos trabalhadores, ante as condutas e práticas ilegais perpetrada contra os trabalhadores.

0 comentário