top of page

ANM reduz nível de emergência da Barragem B3/B4 em Nova Lima (MG)

Estrutura da Vale localizada na Mina Mar Azul está em processo de descaracterização


A barragem B3/B4, localizada na Mina Mar Azul, em Nova Lima (MG), teve seu nível de emergência reduzido, pela Agência Nacional de Mineração, de 2 para 1, na noite de segunda-feira (9/10). O avanço do processo de descaracterização, com a remoção de cerca de 85% do conteúdo do reservatório, proporcionou a melhora das condições de estabilidade do barramento e viabilizou a redução do nível de emergência, como prevê a legislação vigente.

Apesar da melhoria das condições de estabilidade da barragem, em determinação conjunta com as Defesas Civis Municipal e Estadual, bem como em atendimento ao disposto pela Agência Nacional de Mineração (ANM), a Zona de Autossalvamento (ZAS) da estrutura, agora em nível 1 de emergência, deverá permanecer evacuada, como medida preventiva e de segurança. Assim, não haverá, neste momento, retorno das famílias e liberação de acessos.

O trabalho de remoção de rejeitos da B3/B4 vem sendo realizado integralmente por equipamentos operados de forma remota. Isso significa que os operadores estão fora da área de risco, em um ambiente seguro e estruturado pela empresa a cerca de 15 quilômetros da barragem. A previsão é concluir a descaracterização da estrutura em 2025.

A redução do nível de emergência da B3/B4 foi devidamente comunicada aos órgãos competentes, conforme as diretrizes estabelecidas no Plano de Ação de Emergência de Barragens de Mineração (PAEBM) da estrutura e na legislação vigente.

A barragem B3/B4 é uma das 18 barragens a montante que ainda serão eliminadas pela Vale e faz parte do Programa de Descaracterização da empresa. Desde 2019, das 30 estruturas previstas, 12 (nove em Minas Gerais e três no Pará) já foram eliminadas, o que equivale a 40% do total. A previsão da empresa é concluir a eliminação da 13ª estrutura ainda neste mês.

As ações implementadas em todas essas estruturas são objeto de avaliação e acompanhamento pelas assessorias técnicas independentes, que fazem parte dos Termos de Compromisso firmados com os Ministérios Públicos Estadual e Federal, Fundação Estadual do Meio Ambiente (FEAM) e Estado de Minas Gerais.


Fonte: Conexão Mineral


0 comentário

Коментарі


bottom of page