Amarillo adquire pacote de terras com "alto potencial" de ouro no RS

A Amarillo Gold fechou a aquisição de um pacote de terras no Rio Grande do Sul com a perspetiva de desenvolver uma operação de ouro na região. Segundo a empresa, os direitos minerários abrangem um total de 22.278 hectares com “alto potencial” para o metal amarelo na área do município de Lavras do Sul.


De acordo com a mineradora, sua equipe de exploração identificou "pelo menos 23 alvos de ouro conhecidos" e por meio de "abordagem sistemática e em fases para a exploração mineral". "A maior parte da propriedade nunca havia sido explorada por métodos modernos de exploração devido a uma propriedade fragmentada que remonta do final da década de 1880 até 2006", afirmou.

Parte do pacote foi adquirido por US$ 700 mil da Iamgold, com quem a Amarillo já mantinha negociação desde 2007. Estas propriedades abrangem quatro direitos minerários num total de 5.659 hectares. O novo acordo acaba com a participação de 20% da Iamgold no prospecto.

"A Amarillo rescindiu seus termos de acordo com a Iamgold e os substituiu por um contrato de compra de imóveis que transferirá a titularidade das propriedades da Iamgold para a Energia Mineral Ltda", disse a mineradora em nota divulgada nesta quinta-feira (10), referindo-se à subsidiária que possui no Brasil.

Segundo a nota, o valor acertado pelos direitos será pago em parcelas "à medida que as propriedades são desenvolvidas". O acordo também prevê aumento dos royalties sobre a receita líquida de produção (NSR, do inglês net smelter return) da Iamgold de 2% para 3%, "dos quais 1% pode ser recomprado por US$ 1 milhão".

Além dos direitos da Iamgold, a Amarillo também fez a aquisição, por meio de leilão promovido pela Agência Nacional de Mineração (ANM), de área adjacente às demais propriedades.


"Com uma longa história de mineração de ouro, Lavras do Sul é altamente prospectiva", salientou o presidente e diretor-executivo da Amarillo, Mike Mutchler, "Com este acordo e a recente aquisição de propriedades, a companhia agora simplificou e consolidou um grande pacote de terrenos de alto potencial dentro do campo de ouro de Lavras do Sul", completou.

A mineradora, que tenta fechar um pacote de financiamento para a construção da mina de ouro de Posse no projeto Mara Rosa, em Goiás, declarou que o objetivo da empresa com a aquisição das propriedades gaúchas é "abrir uma segunda frente de desenvolvimento, que a trará um passo mais perto de realizar sua visão de se tornar uma produtora de ouro brasileiro de nível médio".


Fonte: Notícias de Mineração do Brasil

0 comentário