top of page

Alarme falso de rompimento de barragem de mineradora assusta moradores em Crixás

Mineradora informou que o acionamento do alarme foi indevido e que a barragem está segura. População foi ao ponto de encontro seguro após ouvir as sirenes.




Moradores precisaram sair de casa após um alarme falso de rompimento na barragem Serra Grande nesta segunda-feira (10), em Crixás, no norte do estado. Um morador, que preferiu não se identificar, disse que a população foi ao ponto de encontro seguro após ouvir as sirenes. Um vídeo mostra a correria.


Veja vídeo abaixo:



“Tiveram acidentes nas ruas por conta do desespero, teve gente passando mal no ponto de encontro, mas agora deu uma tranquilizada”, disse.

Em nota, a Mineradora AngloGold Ashanti disse que houve um “acionamento indevido” no sistema de comunicação de emergência e a barragem está segura e estável (veja nota no fim da matéria).

No site da mineradora, há uma “Declaração de Condição de Estabilidade” da barragem do primeiro semestre deste ano, assinada em a, 29 de março de 2023. O documento descreve que a última inspeção aconteceu em 17 de janeiro deste ano.

O dano potencial da barragem é alto, mas a categoria de risco é baixa, segundo o documento. O responsável pela inspeção atestou a estabilidade da barragem conforme as leis e resoluções vigentes.

A descrição da barragem especifica que ela tem 87 metros de altura e 1,12 km de comprimento.


Nota da mineradora na íntegra

Informamos que, nesta segunda-feira, 10 de julho, próximo das 10h, houve o acionamento indevido das sirenes do sistema de comunicação de emergência da barragem Serra Grande, localizada em Crixás (GO).

Lamentamos pelo acionamento equivocado do sistema de emergência e pedimos desculpas aos moradores de Crixás. Ressaltamos que a Barragem está segura e estável.

A empresa já entrou em contato com as lideranças comunitárias e os órgãos públicos competentes para comunicar o ocorrido.

Também estamos apurando os motivos do acionamento indevido. Em caso de dúvidas, entre em contato com nosso canal de relacionamento 0800 72 71 500.



Fonte: G1.globo.com



0 comentário

Comments


bottom of page