top of page

Agências brasileiras chegam a acordo para agilizar procedimentos do setor de mineração


Órgãos governamentais brasileiros relacionados ao setor de mineração unirão forças para implementar mais tecnologias em seus processos.


A Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI) e a Agência Nacional de Mineração (ANM) assinaram um acordo de cooperação técnica com o objetivo de reduzir os gargalos processuais da ANM e propor melhorias no marco regulatório do setor de mineração.


“Entre as ações previstas para aumentar a eficiência operacional do órgão, destaca-se a utilização de ‘Data Intelligence’ para identificação e solução do passivo processual, além de propostas de melhorias no arcabouço normativo. Serão abordados procedimentos de autorizações de pesquisa, aprovações de relatórios finais e de planos de aproveitamento econômico e concessões de lavra”, afirmou a ANM em comunicado.


“Para essa iniciativa, será utilizada Inteligência Artificial generativa, que permitirá uma análise mais rápida e robusta dos processos, facilitando a tomada de decisões pela equipe técnica e a liberação de autorizações”, acrescentou.


Enquanto isso, a ABDI planeja chegar a um acordo semelhante com o Ibama. O objetivo é agilizar cerca de 2 milhões de processos que o Ibama está tratando.



Segundo Ricardo Cappelli, presidente da ABDI, a proposta é desenvolver um modelo que ajude diversos setores a destravar investimentos que foram paralisados por falta de transformação digital.


“A ABDI pode ser um instrumento decisivo para o governo federal ajudar a impulsionar os investimentos retidos por falta de transformação digital”, declarou Cappelli.


Fonte: Minera mt

0 comentário

Коментари


bottom of page