Ação conjunta descobre cocaína escondida em minério de ferro no Porto do Rio


Uma operação conjunta envolvendo agentes da Receita Federal, da Polícia Federal e da Coordenadoria de Operações e Recursos Especiais (Core), tropa de elite da Polícia Civil, resultou na apreensão de quase 1 tonelada de cocaína pura no Porto do Rio. A droga estava escondida em bolsas carregadas com minério de ferro.

A operação ocorreu na sexta-feira (6), um dia antes de a carga seguir para o Porto de Antuérpia, na Bélgica. A droga estava em contêineres e acondicionada em tabletes no interior de diversas "bags industriais", normalmente utilizadas em cargas de minério de ferro que são embarcadas para o exterior.

De acordo com a Receita Federal, que já tinha sido avisada que, em julho e outubro deste ano, dois carregamentos com esse mesmo tipo de droga saíram do Porto do Rio e foram apreendidos no destino final na Europa. Os agentes federais desses países alertaram à Alfândega do Rio, que ficou atenta a outra remessa desse tipo. A carga foi contratada por uma empresa de mineração de Minas Gerais que trouxe o carregamento em carretas e acondicionadas em contêineres para seguir de navio para a Europa.

O esquema era exatamente o mesmo de outra carga apreendida no início de outubro em Salvador. Na ocasião, 472 quilos de cocaína foram encontrados escondidos em meio a uma carga de minério de ferro que também deixaria o país em direção à Bélgica.

De acordo com a Receita Federal, a operação realizada na última sexta-feira "foi uma das maiores apreensões de cocaína no Porto do Rio". A Polícia Federal dará prosseguimento às investigações para localizar os donos da carga.


As informações são da Agência Brasil.

SINDIMINA - Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Extração, Pesquisa e Benefício de Ferro, Metais Básicos e Preciosos de Serrinha e Região

Rua Macário Ferreira, nº 522 - Centro - Serrinha-BA     / Telefone: 75 3261 2415 /  sindimina@gmail.com

Funcionamento :  segunda a sexta-feira, das  8h às 18h.