SINDIMINA - Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Extração, Pesquisa e Benefício de Ferro, Metais Básicos e Preciosos de Serrinha e Região

Rua Macário Ferreira, nº 522 - Centro - Serrinha-BA     / Telefone: 75 3261 2415 /  sindimina@gmail.com

Funcionamento :  segunda a sexta-feira, das  8h às 18h.

Mineração Caraíba descobre nova zona de cobre na mina Pilar


A Ero Copper disse ontem (20) que interceptou 28,1 metros com 12,60% de cobre, incluindo 18 metros com 15,62% de cobre, o mais alto teor já encontrado na mina Vermelho, e que descobriu uma nova zona mineralizada na mina de Pilar, na Bahia. Estas minas, que pertencem à Mineração Caraíba, da Ero, integram o empreendimento Vale do Curaçá.

"Esta atualização abrange os resultados de sondagem recebidos do final de março até o final de maio de 2019. A sondagem de exploração durante o período foi focada principalmente em furos de detalhamento", disse a mineradora que deve concluir uma atualização oficial da norma canadense de divulgação de recursos (NI 43-101) no início do quarto trimestre de 2019.

Segundo a empresa, a sondagem inicial sob os principais corpos minerais da mina Vermelhos encontrou uma mineralização de alta qualidade aproximadamente a 70 metros abaixo do corpo Tobogã, cruzando 13,4 metros com 5,86% de cobre, incluindo 8,4 metros com 7,04% a partir de 306,3 metros de profundidade;

A Ero diz ainda que foi encontrada uma nova zona mineralizada, batizada de Baraúna, na mina Pilar, imediatamente abaixo da porção meridional da cava existente.

"Os resultados mais recentes de nossos programas de exploração em curso continuam a destacar oportunidades significativas de expansão dos recursos minerais conhecidos em torno de nossas minas em operação. Em particular, ficamos impressionados com os resultados das perfurações na Mina dos Vermelhos, onde continuamos a ver teores muito altos em larguras significativas, incluindo um dos furos de mais alto teor vistos até hoje", declarou David Strang, presidente e CEO da da Ero.

Segundo ele, a nova mineralização de alto teor encontrada aproximadamente a 70 metros abaixo da área conhecida como Tobogã, é emocionante mas exige cautela. "[não podemos] tirar conclusões definitivas desta única interseção até que tenhamos avaliado a área circundante com duas sondas subterrâneas recém-mobilizadas", afirmou em nota.

Fonte: Notícias de Mineração do Brasil