Mineração é segundo setor com maior expectativa de contratações


O índice que mede a expectativa dos empresários de criar empregos, que apresentava saldo positivo desde meados de 2017, ficou estável na previsão do primeiro semestre deste ano, em comparação com 2018. É o que mostra uma pesquisa divulgada ontem (13) pelo ManpowerGroup.

O setor de mineração, que fica junto com agricultura e pesca, é segundo com maior expectativa contratações nos próximos três meses, com 15%, logo atrás do setor de comércio. "Em sete dos oito setores, os empregadores esperam um crescimento no nível de contratações nos próximos três meses. As intenções de contratação mais fortes são relatadas no setor de Comércio Atacadista & Varejista e no de Agricultura, Pesca & Mineração, com a Expectativa Líquida de Emprego de +16% e +15%, respectivamente", diz o relatório.

A Expectativa Líquida de Emprego (ELE) é obtida a partir do percentual de empregadores que antecipam um aumento na atividade de contratação menos o percentual de empregadores que esperam uma retração na atividade de contratação.

Para o período de abril a junho de 2019, 18% dos empresários preveem aumento no número de contratações. Outros 8% projetam diminuição. Isso leva a uma diferença de 10 pontos percentuais, considerados na pesquisa como "expectativa líquida de emprego". Com ajuste sazonal, a expectativa líquida de criação de empregos nos próximos meses é de 7%. Esse número é igual ao registrado no mesmo período do ano passado.

O setor que tem a menor expectativa é o da construção, que teve pontuação negativa em cinco pontos. O setor ainda vem apresentando dificuldades para se recuperar da crise. Os dados também revelam que a expectativa pela criação do emprego ainda não voltou ao patamar pré-crise. "As empresas ainda aguardam as definições do cenário econômico, mas claramente estão se preparando para aumentar o ritmo de contratações no curto prazo", disse em nota Nilson Pereira, CEO do ManpowerGroup Brasil.

A pesquisa ouviu 850 empregadores no Brasil. Foram feitas ainda entrevistas em outros 43 locais, totalizando cerca de 59 mil empregadores de diversas nacionalidades. Considerando todos os locais pesquisados, o Brasil, com seus sete pontos com ajustes sazonais, é o 25º colocado no ranking dos países em com mais previsões dos empregadores de contratar. O primeiro é a Croácia, com 34 pontos, seguida pelo Japão, com 27. Já os últimos colocados são Argentina, Hungria, Espanha e Turquia, com pontuação zerada. As informações são do ManpowerGroup.


SINDIMINA - Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Extração, Pesquisa e Benefício de Ferro, Metais Básicos e Preciosos de Serrinha e Região

Rua Macário Ferreira, nº 522 - Centro - Serrinha-BA     / Telefone: 75 3261 2415 /  sindimina@gmail.com

Funcionamento :  segunda a sexta-feira, das  8h às 18h.