Exportações de zinco crescem 11% no último ano


As exportações de zinco cresceram 10,87% em 2018, quando comparado ao ano anterior. Em 2018, foram comercializados US$ 246,7 milhões da commodity, enquanto em 2017 foram US$ 222,5 milhões. Os dados são da Balança Comercial do acumulado de janeiro a dezembro de 2018, apresentada pelo Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC) do governo federal.

As importações também cresceram no último ano. Com um total de US$ 131,8 milhões comercializados no último ano, as importações aumentaram 27,58% quando comparada aos US$ 103,3 milhões de 2017.

Sendo assim, o mineral apresentou um saldo positivo de US$ 114,9 milhões, ou seja, exportou mais do que importou.

Alumínio

As exportações de alumínio caíram 9,29% em 2018, quando comparadas ao ano anterior. No ano passado, foram comercializados US$ 883,9 milhões, valor menor do que os US$ 974,5 milhões de 2017.

Em contrapartida, as importações cresceram no 39,4% no último ano ante ao mesmo período de 2017. De janeiro a dezembro de 2018, foram importados US$ 1,943 bilhão. Já no ano anterior foram comercializados US$ 1,393 bilhão.

No ano passado, a Hydro Alunorte, maior refinaria de alumina do país, opera com metade da sua capacidade desde o início do ano passado. O presidente da Norsk Hydro, controladora da Hydro Alunorte, afirmou que espera retomar a produção na refinaria brasileira dentro de semanas ou meses.

A Alunorte é a maior refinaria de alumina do mundo, com um nível de extração suficiente para sustentar uma produção anual de alumínio de mais de três milhões de toneladas.

Com mais importações do que exportações, a balança comercial de alumínio gerou um saldo negativo de US$ 1,05 bilhão no último ano, valor mais que o dobro do registrado em 2017, US$ 419 milhões.

Níquel

As exportações do níquel caíram 5,42% no último ano quando comparada ao ano anterior. Em 2017, o país comercializou 55,3 milhões de toneladas do minério para o exterior, valor maior do que as 52,3 milhões de toneladas comercializadas no último ano.

Fonte: https://www.noticiasdemineracao.com/brasil/news/1354152/exporta%C3%A7%C3%B5es-de-zinco-crescem-11-no-%C3%BAltimo-ano


SINDIMINA - Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Extração, Pesquisa e Benefício de Ferro, Metais Básicos e Preciosos de Serrinha e Região

Rua Macário Ferreira, nº 522 - Centro - Serrinha-BA     / Telefone: 75 3261 2415 /  sindimina@gmail.com

Funcionamento :  segunda a sexta-feira, das  8h às 18h.