Empresa de mineração é interditada por praticar crime ambiental no Grande Recife


Uma empresa de mineração foi interditada, em Jaboatão dos Guararapes, no Grande Recife, por praticar crime ambiental. De acordo com a Superintendência de Meio Ambiente da prefeitura, a mineradora, que não tinha autorização para fazer a extração de barro e argila, recebeu uma multa de R$ 188.440.

A empresa Fortunato Minerações e Serviços fica em uma área de 9,5 hectares, na localidade de Comportas. Segundo a superintendência, ela funcionava desde 2016, mesmo sem o alvará.

“A empresa já tinha sido vistoriada no ano passado e recebido um prazo para a regularização. Os proprietários devem apresentar a defesa em 20 dias”, afirmou a superintendente de Meio ambiente de Jaboatão, Edilene Rodrigues.

A prefeitura informou, ainda, que, além de fazer a extração irregular de barro, a mineradora recebeu autuação por remover vegetação sem autorização.

O caso será avaliado pela assessoria jurídica da superintendência e pode gerar uma denúncia ao Ministério Público de Pernambuco (MPPE). “Caso a empresa volte a operar sem a regularização, a multa pode dobrar”, declarou Rodrigues.

A ação contou com a participação de policiais militares da Companhia Independente da Polícia de Meio Ambiente (Cipoma), agentes da Gerência de Fiscalização Urbana e Ambiental (Gefua) e do Grupamento de Apoio ao Meio Ambiente (Gama).

No local, os fiscais não encontraram trabalhadores, mas constataram a presença de máquinas, como caminhões e escavadoras. “Deixamos a documentação com o auto de interdição com o porteiro da empresa e estamos aguardando os proprietários”, acrescentou.

Fonte: G1


SINDIMINA - Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Extração, Pesquisa e Benefício de Ferro, Metais Básicos e Preciosos de Serrinha e Região

Rua Macário Ferreira, nº 522 - Centro - Serrinha-BA     / Telefone: 75 3261 2415 /  sindimina@gmail.com

Funcionamento :  segunda a sexta-feira, das  8h às 18h.