Sindimina repudia reforma da previdência


O SINDIMINA-SERRINHA-BA, SINTSEF/BA, SINASEF, SINTRAF, MNAJ, MMTR, MMNDS, CLGTFS, LPJ, ICC DA UNEB, CJS, COPPIM, CACRES E RRMA participaram do FÓRUM MUNICIPAL DA SOCIEDADE CIVIL, realizado no dia 06 de março de 2017, para discutir a Reforma da Previdência.

A cartilha da política econômica, que norteia a atual reforma, privilegia o mercado financeiro e desfavorece aqueles que mais precisam: a classe trabalhadora. O fato é que os trabalhadores estão sendo obrigados a pagar a conta pelos excessos cometidos pelo governo, em detrimento dos mais ricos, que mais uma vez são poupados.

Vale lembrar que a Reforma anterior, há 13 anos, reduziu direitos previdenciários dos servidores, instituiu a taxação de aposentadorias e pensões, aumentou o tempo necessário para requisição da aposentadoria. Desta vez, para poder se aposentar, o trabalhador precisará atingir a idade mínima de 65 anos e pelo menos 25 anos de contribuição. E mesmo assim só terá direito a 76% do valor do benefício. Para receber a aposentadoria integral (100%), o Trabalhador precisará contribuir por 49 anos, a soma dos 25 anos obrigatórios e 24 anos a mais.

Com a nova proposta de Reforma da Previdência, o Governo restringe direitos e investe contra os avanços que a sociedade brasileira conquistou ao longo da última década. Na Constituição Federal de 1988 (não por acaso chamada de constituição cidadã) a seguridade social configurou-se no eixo triplo das políticas sociais de saúde, assistência social e Previdência social, tendo por base a garantia dos direitos fundamentais aos indivíduos. É justamente essa base que será atacada frontalmente com a nova proposta.

Veja o vídeo e entenda um pouco mais sobre a Reforma:


SINDIMINA - Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Extração, Pesquisa e Benefício de Ferro, Metais Básicos e Preciosos de Serrinha e Região

Rua Macário Ferreira, nº 522 - Centro - Serrinha-BA     / Telefone: 75 3261 2415 /  sindimina@gmail.com

Funcionamento :  segunda a sexta-feira, das  8h às 18h.