Niplan demite os trabalhadores e não paga seus direitos


Os trabalhadores da Niplan, lotados em Fazenda Brasileiro, estão vivenciando um clima de indignação e de muita incerteza motivado pela onda de demissão que se instaurou na empresa.

Ninguém sabe ao certo o que está acontecendo. Não está claro se é a Yamana que não paga a Niplan em tempo hábil ou se é a Niplan que é enrolada mesmo. O lamentável é que nessa celeuma o prejudicado é sempre o trabalhador.

Os trabalhadores que foram dispensados até o momento não receberam seus devidos direitos: o valor da rescisão contratual, homologação da rescisão para o saque do devido FGTS, a multa de 40% (que é outro dilema para a empresa regularizar) e tudo que é necessário para que eles possam dar entrada em seus seguros desemprego.

Os representantes da Yamana tem ciência do que está acontecendo e não demostra esforço algum para resolver o caso. É uma pena que a empresa só demonstre preocupação para precarizar o trabalho no intuito de aumentar seus lucros.


SINDIMINA - Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Extração, Pesquisa e Benefício de Ferro, Metais Básicos e Preciosos de Serrinha e Região

Rua Macário Ferreira, nº 522 - Centro - Serrinha-BA     / Telefone: 75 3261 2415 /  sindimina@gmail.com

Funcionamento :  segunda a sexta-feira, das  8h às 18h.